Brasil está em segundo na lista de países mais atacados por ransomwares

Uma empresa de segurança divulgou o relatório Fast Facts, que analisou o panorama mundial das ameaças cibernéticas no primeiro trimestre deste ano.

O resultado mostra que o Brasil está em segundo lugar no ranking de países mais afetados por ransomwares, ficando com 10,54% das ameaças globais. Os Estados Unidos ficaram na primeira colocação, com 11,06%, seguido, além do Brasil, por Índia, Vietnã e Turquia.

O estudo analisou e combinou todas as ameaças de e-mail, URLs e arquivos relacionados a este tipo de ameaça para chegar no resultado. Segundo a empresa, o total global de ransomware chegou a 1,8 bilhões no período entre janeiro de 2016 a março de 2019.

Franzvitor Fiorim, explica que não só os ransomwares, como também outros tipos de golpes digitais, têm táticas atualizadas com frequência, criando ameaças a cada vez mais eficientes e perigosas. “As melhores formas de prevenção são manter os sistemas de cibersegurança atualizados, fazer o backup dos dados e utilizar soluções de proteção digital em camadas”, conta.

O relatório descobriu ainda que foram quase 700 milhões de ameaças por e-mail bloqueadas no Brasil, ficando à frente da Rússia com mais de 500 milhões e Índia com mais de 300 milhões.

“Uma das formas mais comuns desse tipo de ataque é a utilização da engenharia social, principalmente no caso de Comprometimento de E-mail Empresarial (BEC, na sigla em inglês). Nesse tipo de golpe, a vítima é enganada por um e-mail falso e tem dificuldade de perceber a ameaça, já que se concentra em atender ao pedido urgente do ‘executivo’ da empresa em que atua. Além disso, o grau de personalização desses e-mails e a falta de links maliciosos torna o BEC mais difícil de ser detectado”, conta também Fiorim.

Em relação às URLs maliciosas, o relatório mostra que o Brasil está entre os 30 países com o maior número de URLs maliciosas, e entre os 15 que mais tiveram endereços bloqueados. Isso significa que uma única URL maliciosa pode atingir mais de 12 brasileiros.

Já sobre os malwares, o Brasil está no ranking dos 11 países com o maior número de ameaças encontradas, e no Top 20 em relação à quantidade de malwares bancários, com quase 1.600 ameaças detectadas. No mobile, o Brasil também se tornou um destaque global no Top 15, com mais de 13 mil aplicativos maliciosos encontrados.

Matéria “canaltech”.

Veja como o ataque de Ransomware cresce a cada dia mais no Brasil, não fique desprotegido, entre já em contato com a Konfido e tenha nossas soluções!